domingo, 28 de agosto de 2011

Australian Shepherd

                                  HISTORIA

Australian Shepherd ou Pastor Australiano é uma raça reconhecida apenas recentemente pelas entidades oficias americana (AKC, em 1991) e internacional (FCI, em 1993), mas apesar de sua origem ainda ser obscura e apesar de haver numerosas teorias sobre sua constituição, o fato é que a raça, tal como a conhecemos, foi desenvolvida exclusivamente nos Estados Unidos e não na Austrália como se poderia supor. O nome Australian Shepherd foi adotado por associação aos pastores de origem Basca que chegaram aos Estados Unidos no século 19 provenientes da Austrália.
Estes cães Australianos na verdade chegaram no continente junto com os pastores dos rebanhos que eram importados pelos colonos australianos e, novamente junto com os rebanhos e seus pastores, foram para os Estados Unidos, onde a raça realmente foi consolidada e ganhou status de raça pura.
Conhece-se um cão de nome “Old Welsh Bobtail, encontrado no país de Gales, que, juntamente com o Collie podem também ter sido os ancestrais ou parentes próximos dos Australian Shepherds.


O Australian Shepherd foi inicialmente chamado por inúmeros nomes incluindo Spanish Shepherds, Pastor Dogs, Bob-Tails, Blues, Heelers, New Mexican Shepherds e Califórnia Shepherds.
Especialmente após a Segunda Guerra, a popularidade da raça cresceu de forma mais acentuada, especialmente devido às suas excelentes qualidades como cão de trabalho e companhia. No entanto, graças a seu temperamento alerta e inteligente, os Aussies (como são chamados pelos criadores) logo ganharam inúmeras novas tarefas e se saindo bem em todas, quer seja como cão-guia, quer seja numa disputa de agility ou ainda atuando como cão de resgate, o Australian é um sinônimo de polivalência.
Nos Estados Unidos, é bastante conhecido, mas no Brasil é ainda praticamente uma raridade, sendo que os primeiros exemplares só chegaram por aqui em 2001.


                                                          PERSONALIDADE


Apesar de ser uma raça bastante dócil com os membros de sua família, é um cão que apresenta um fortíssimo instinto de pastoreio e de guarda. São extremamente apegados a seus donos, a quem seguem (ou pastoreiam) por onde quer que eles estejam.
Muito inteligentes e versáteis, são cães que possuem um alto nível de atividade e que precisam de exercício e muito trabalho para estarem bem. Não são cães que possam ser deixados sozinhos no fundo do quintal para que aprendam por si próprios, uma vez que quando entediados certamente desenvolverão comportamentos destrutivos.

Apesar de seu porte médio, a sua necessidade de exercícios e estimulação não o recomenda para a vida em apartamento. O Australian não precisa, necessariamente, morar numa casa com quintal enorme, mas com certeza de 30 ou 40 minutos diários de grande atividade, de preferência com seu dono como brincar de bola, frisbee, flyball. Ou "buscar e trazer" objetos ou correr... Seu estilo atlético e grande resistência fazem dele um excelente companheiro de caminhadas ou agility.
Podem ser altamente territoriais e protetores de seus donos e propriedades o que pode causar sérias dificuldades se não forem controlados com treinamento adequado. Portanto é imprescindível treiná-los em Obediência Básica.


Comporta-se bem com crianças e outros animais, a quem provavelmente pastoreará constantemente e por isso mesmo, deve-se tomar cuidado redobrado com a socialização dos Aussies.
É um cão muito inteligente e que responde bem ao adestramento, mas como todo ativo, mesmo sendo de porte médio, é fundamental que participe de aulas de obediência básica. Segundo o ranking de inteligência do pesquisador Stanley Coren publicado no livro ´A Inteligência dos Cães´, o Aussie está na 42a posição entre 79 possíveis.


                                                              FILHOTE

Se o adulto dispõe de uma energia enorme, o filhote é também bastante ativo e curioso, demonstrando desde cedo forte instinto para o trabalho de pastoreio.

Para garantir que seja um filhote equilibrado, o dono deve promover uma socialização bem precoce para que o cão não desenvolva uma personalidade arredia demais. É fundamental também que o filhote seja acostumado com as escovações do pelo, que farão parte do seu dia-a-dia.

Por ser um cão muito apegado aos donos, não é conveniente que seja deixado sozinho por longos períodos, uma vez que sendo basicamente uma raça desenvolvida para o trabalho, um filhote na ausência de tarefas, pode, certamente, desenvolver comportamentos destrutivos.

Uma das características curiosas da raça é ser anuro, não ter cauda, ou tê-la cortada ao nascer como exige o padrão da raça.

                                                              CORES

O Aussie possui 4 variações básicas de cores, mas as marcações e mesclas dão, a cada cão, um toque completamente indivudual. O Australian Shepherd tem quatro cores aceitáveis: preto, vermelho, blue-merle (marmorização de cinza e preto) e red-merle (marmorização de vermelho e prateado).
Preto. O preto é uma das cores básicas para o Australian. Podendo haver marcas nas faces, peito e parte de baixo das patas. Os pretos podem ser bi ou tricolores, como o da foto acima. Normalmente os cães pretos possuem olhos marrons, mas ocasionalmente um dos olhos (ou ambos) pode ser de cor azul.

Azul Merle, cor muito frequente na raça, o azul merle é uma espécie de marmorização do preto com o cinza. As tonalidades podem variar bastante e o cão pode ser totalmente azul-merle ou possuir marcações em branco ou castanho.Normalmente os cães possuem um dos olhos (ou ambos) de cor azul.

VermelhoO vermelho é outra das cores básicas para o Assie. Podendo haver, como no preto, marcas nas faces, peito e parte de baixo das patas. Os vermelhos podem ser bicolores  ou tricolores, como o da foto acima e são aceitas diversas tonalidades para este vermelho.. Normalmente possuem olhos marrons, mas ocasionalmente um dos olhos (ou ambos) pode ser de cor azul.

Red-Merle. O red-merle é uma espécie de marmorização do vermelho com o cinza. As tonalidades podem variar bastante e o cão pode ser totalmente red-merle ou possuir marcações em branco ou castanho.Normalmente os cães possuem um dos olhos (ou ambos) de cor azul.
                                                               PELAGEM

Sua pelagem é de comprimento e textura moderados e fácil de se manter limpa, com escovações semanais a fim de ajudar na limpeza dos pelos mortos. O Aussie perde bastante pelo o ano todo e deve-se tomar cuidado especial durante os banhos e no processo de secagem, para garantir que o pelo realmente seque completamente, evitando que surjam problemas de pele ou odor de ´cachorro molhado´.
Com as escovações em dia, os banhos com shampoos devem ser reduzidos ao mínimo necessário, evitando que o cão produza secreções em excesso para manter a oleosidade natural do pelo.

                                               PROBLEMAS COMUNS A RAÇA

Os Australians são bem rústicos mas precisam de alguns cuidados especiais:
  • displasia coxo-femural
  • Problemas oftalmológicos hereditários  
  • Epilepsia





Nenhum comentário:

Postar um comentário